RSS

NATAL … PARECE QUE FOI ONTEM … (Derli Machado)

NATAL… PARECE QUE FOI ONTEM …
(por Derli Machado)

Parece que foi ontem… As multidões apressadas nas ruas, nas lojas, nos shoppings… Mas não foi ontem que pessoas deixaram suas casas e rapidamente se dirigiram as suas cidades de nascimento para cumprirem um decreto: “E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse… Por isso José foi de Nazaré, na Galiléia, para a Judéia, a uma cidade chamada Belém… Foi registrar-se com Maria, com quem tinha casamento contratado. Ela estava grávida…” (Lc 2.1-5)
Parece que foi ontem o início da campanha “Natal sem fome”. Porém não foi ontem que um casal cansado, com a mulher no final da gravidez, ficou sem um teto digno para dar à luz ao seu primeiro filho: “Então deu à luz o seu primeiro filho. Enrolou o menino em panos e o deitou numa manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria.” (Lc 2.7)
Parece que foi ontem… A cidade toda se iluminou de luzes coloridas. No entanto não foi ontem que o céu se iluminou para os pastores no campo, e o anjo do Senhor anunciou o nascimento do Salvador. “Então um anjo do Senhor apareceu, e a luz gloriosa do Senhor brilhou sobre os pastores…” ( Lc. 7.8)
Parece que foi ontem que os corais entoavam hinos natalinos nas igrejas, nas catedrais, e os cantores populares tocavam canções que falavam de paz. Entretanto, não foi ontem que uma multidão dos exércitos celestiais, um coral de anjos, entoou um hino de louvor anunciando aos pastores o nascimento do Príncipe da paz: “Glória a Deus nas maiores alturas do céu! E paz na terra aos homens a quem ele quer bem.”
Parece que foi ontem… Multidões se acotovelavam nas ruas do centro, nos corredores das lojas, entre as barracas dos camelôs, nos grandes magazines, em busca do presente da moda, de uma lembrancinha, de fazer cumprir-se a lenda do “Papai Noel”, o bom velhinho, que para o rico ou pobre, sempre vem. Será?… Mas não foi ontem que os magos, orientados pela estrela, chegaram a Belém, e presentearam o menino Jesus: “Ajoelharam diante dele e o adoraram; depois abriram suas caixas e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.” ( Mt. 2.11)
Parece que foi ontem… Todos aguardavam com expectativa ao redor da árvore enfeitada a hora da troca de presentes, dos abraços, dos beijos, da tradicional ceia e dos votos de feliz natal. Todavia não foi ontem que um ancião de Israel chamado Simeão realizou o seu maior sonho antes de morrer: ver e abraçar o menino Jesus. “Simeão tomou o menino nos braços e louvou a Deus, dizendo: Agora, Senhor, cumpriste a promessa que fizeste, e já podes me deixar partir em paz. Porque eu já vi com os meus próprios olhos a tua salvação, que preparaste na presença de todos os povos: Uma luz para mostrar o teu caminho a todos os que não são judeus, e para dar glória ao teu povo Israel. ” (Lc 2.28-32)
Parece que foi ontem… Hoje, rapidamente, mais um natal se aproxima. Mas já se vão mais de dois mil anos que Jesus nasceu e aqui viveu. Todavia, a luz do verdadeiro NATAL de Jesus ainda não brilhou na vida de muitos. Jesus ainda deseja nascer em muitos corações. Jesus ainda aguarda receber um presente: VOCÊ. Quem sabe pode ser hoje, ou amanhã talvez… Quem sabe neste natal…

 

Os comentários estão desativados.

 
%d blogueiros gostam disto: