RSS

“Dia da revolta” no Egito: diga ao povo que saio! – Derli Machado

No dia 01 de fevereiro deste ano, mais de um milhão de pessoas protestaram nas ruas do Cairo (evento batizado de “dia da revolta”), exigindo justiça, democracia e a saída do presidente Hosni Mubarak, há 30 anos no poder. Mohamed ElBaradei, que é ganhador do prêmio Nobel da Paz , foi encarregado pela oposição egípcia de negociar com o governo a renúncia do ditador.
Conhecido como a terra do Nilo, das pirâmides, das múmias e dos grandes faraós (era a autoridade máxima, chegando a ser considerado um deus na Terra), o Egito foi palco de uma grande revolta, registrada na Bíblia no livro de Êxodo que significa sair ou saída. Êxodo é o livro da redenção. Ele descreve a escravidão de Israel no Egito e a maravilhosa libertação (ou “saída”) que Deus operou em favor do Seu povo escolhido.
Naquela época, o hebreu Moisés, prêmio Nobel da “pazciência” (a Bíblia afirma que ele era o homem mais manso da face da terra – Números 12:3), sendo filho adotivo da filha de Faraó, foi criado e educado na corte real. Todavia, ao ver o povo de Deus gemendo por mais de 400 anos sob a escravidão egípcia, revoltou-se, quis fazer justiça com as próprias mãos, renunciou a condição de príncipe, deixou o palácio e fugiu para o deserto. Alguns anos depois, ele foi chamado por Deus para apresentar-se diante de Faraó e pedir que deixasse o povo sair do Egito. Assim como Mubarak, Faraó manteve seu coração obstinado e não deixou o povo ir. Para forçar o faraó a libertar os hebreus da escravidão, Deus enviou 10 pragas. Só depois, o soberano finalmente cedeu a “pressão popular’. Assim, sob a intervenção miraculosa de Deus e a liderança de Moisés, o povo hebreu experimentou a liberdade e posteriormente possuiu a tão ansiada “terra prometida”. A celebração da Páscoa foi instituída como memorial da libertação física do Egito. Este ritual tipifica Jesus Cristo, como memorial da libertação do poder do pecado por meio da Sua morte e ressurreição. Para os cristãos, o Egito tipifica o mundo com a sua escravidão. Sair dele significa proclamar a libertação da ditadura do pecado, da idolatria, do medo etc. Você já experimentou a libertação espiritual e a liberdade em Cristo que você precisa? Tome uma posição. Vai querer ficar no “Egito” sob a tirania do mundo ou vai promover o seu “dia da revolta”? É a tua chance de gritar: Diga ao povo que saio!

 

5 Respostas para ““Dia da revolta” no Egito: diga ao povo que saio! – Derli Machado

  1. Anônimo

    julho 18, 2011 at 9:22 pm

    muito boa esta meditação, é necessario a cada dia sair do egito que é este mundo podre pelo pecado!
    só jesus nos da esta vitoria.

     
  2. Anônimo

    agosto 2, 2011 at 8:01 pm

    Benção essa Palavra! encorajando nos a desligarmos desse mundo Maligno.

     
  3. Anônimo

    agosto 30, 2012 at 7:47 pm

    great website. thank you for the info. cheers!

     
    • Claudia

      setembro 4, 2012 at 9:27 am

      A Paz de Jesus,
      Jesus te abençoe,
      Grande abraço
      claudia

       
  4. Anônimo

    janeiro 7, 2015 at 1:40 am

    E verdade temos que sair e gritar liberdade pois o mundo e no mundo eu e voCe nao pertencemos mais

    …..jesus é o caminho ( O MUNDO ESTA ESTÀ CONTAMINADO ) LIBERTE _SE

     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: